A A A C
email

Segunda-feira, 11/07/2016

A Curiosidade Como Mediadora da Aprendizagem

Tags: 10ªcre, leitura.

 

 

 

Projeto desenvolvido pelos professores da escola trabalha as diversas possibilidades de aprendizagem nas pequenas coisas.

 

A E/SUBE/CRE (10.19.038) E. M. Pedro Mota Lima está localizada à Estrada de Paciência, 368 – Cosmos, zona oeste do Rio de Janeiro. A Unidade Escolar atende atualmente alunos do 1° ao 5° ano e tem como diretora, a professora Maria Ines Bolzan, como diretora adjunta, a professora Sabrina da Silva Ribeiro, e como Coordenadora Pedagógica, a professora Priscila Neves da Silva Moraes.

 

Equipe de direção e professores da E. M. Pedro Mota Lima

 

Em 2015, os professores resolveram unir esforços e abraçar um novo projeto. O tema principal era a curiosidade e o objetivo era mostrar aos alunos as infinitas possibilidades de aprendizagem existentes nas pequenas coisas ao redor deles. O projeto foi elaborado com base no livro “Anapédia em, O caso do Mar Colorido”, escrito pela professora regente Sheila Ramos da própria Unidade Escolar, e para se aventurar por essa história, ser curioso era o principal requisito.

O primeiro contato dos alunos com o projeto foi no segundo semestre de 2015, quando os professores trabalharam a história partindo da apresentação do enredo para o reconhecimento dos personagens e de suas principais características. Além de vivenciarem o momento de autógrafos, os alunos foram estimulados a construir uma sinopse do livro que faria parte das próximas edições.

Pensando na proposta e nas outras histórias da Anapédia, já escritas pela autora, o grupo elaborou diferentes abordagens para, estrategicamente, alcançar todos os alunos.

A primeira estratégia e o ponto central do projeto passaram a ser “O Jornal Mural”: um espaço para descobertas e curiosidades dos alunos, com base em diferentes temas propostos pelo corpo docente e escolhidos por cada turma, individualmente. Com a troca de experiências e sempre com informações “curiosas”, “O Jornal Mural” logo se tornou um elo importante entre os alunos, reunindo todo o trabalho da escola e estimulando a interação entre as turmas.

 

Jornal Mural

 

Outro artifício utilizado foi o material impresso chamado de “Plantão Anapédia”, cujo conteúdo aborda sempre um tema de interesse público escolhido pelo professor da turma. Neste jornal impresso são apresentadas aos alunos diferentes possibilidades de abordagem do tema desenvolvido em cada exemplar.

A “Hora do Conto”, uma atividade já executada pela escola há algum tempo, foi adaptada para fazer parte do projeto. No início do ano, cada turma recebeu a tarefa de elaborar uma “Hora do Conto” para apresentar para a Unidade Escolar. O tema pode ser proposto pelo professor da classe ou pode ser retirado de sugestões existentes no “Jornal Mural”. Pode ser um teatro, um jogral, um coral ou uma música, sempre com o propósito de construir com o grupo um reconhecimento da arte e do artista.

Além disso, foi introduzida no Projeto a chamada “Pesquisa Curiosa”, composta por atividades elaboradas pelo docente para envolver a família do aluno. Atividades como pesquisa, leitura de livro ou a execução de uma simples receita, fazem desta etapa um forte vínculo do responsável com a vida escolar da criança.

 

Alunos na apresentação de teatro

 

— Todo esse projeto nasceu a partir do contato da equipe pedagógica com o trabalho pessoal da professora Sheila Ramos. Desde 2009, ela tem trabalhado para construir uma nova perspectiva de leitura que possa levar seus alunos a conhecer mais do mundo que os cerca e a aprender com ele. Com aproximadamente 14 narrativas, Sheila tem viabilizado a construção de conceitos e abordagens de diversos assuntos a partir do uso do lúdico aliado a uma característica intrínseca de toda criança: a curiosidade. Suas histórias contam com um forte apelo infanto-juvenil de modo que seus personagens são caracterizados para estar o mais próximo possível da realidade do seu público leitor. — afirma a diretora Maria Ines.

Sua personagem principal é Ana Maria (Anapédia), menina de 10 anos que protagoniza a maioria das histórias e também é parte integrante do projeto da escola.

 

Apresentação teatral do alunos da professora Sheila

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/SUBE/CRE (10.19.038) E. M. Professora Pedro Mota Lima
Telefone: 3394-2916
Email: empmota@rioeduca.net

 

Rodrigo Abreu
é Professor da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato: rodrigosantos@rioeduca.net
WhastApp: 98848-6724

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

10ªcre (403)
leitura (87)
10 (1)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.