A A A C
email

Quinta-feira, 12/01/2017

Centenário de um Cidadão Brasileiro, o Samba!

Tags: 8ªcre.

 

 

100 anos do Samba é uma data que merece grande comemoração. As escolas da prefeitura do Rio de Janeiro diversificaram na hora de passar aos alunos a importância de conhecer como e quando tudo começou. O espetáculo Samba, Cidadão Brasileiro foi o destaque da Escola Municipal Nações Unidas.

 

Alunos da E.M. Nações Unidas no palco da Areninha Carioca Hermeto Pascoal

 

Em 2016 o mais brasileiro dos ritmos completou 100 anos!

O samba originou-se dos antigos batuques trazidos pelos africanos que vieram como escravos para o Brasil.

Esses batuques estavam geralmente associados a elementos religiosos que instituíam entre os negros uma espécie de comunicação ritual através da música, da dança, da percussão e dos movimentos do corpo.

Os ritmos do batuque aos poucos foram incorporando elementos de outros tipos de música, sobretudo no cenário do Rio de Janeiro do século XIX.

 

Aluno Júlio César, da turma 1904, representando o griô contador de histórias.

 

No dia 10 de novembro, a Escola Municipal Nações Unidas apresentou na Areninha Carioca Hermeto Pascoal um belo e emocionante espetáculo musical.

Sob a direção do Professor Nilton Barbosa Filho, alunos do 6º ao 9º ano encantaram os presentes pela demonstração de talento e criatividade.

Samba, Cidadão Brasileiro é o nome do espetáculo que abrange diversos momentos históricos da trajetória desse gênero musical, a partir da segunda metade do século XIX.

O evento reverencia não só o negro, mas todos aqueles saudosos baluartes e bambas que nos deixaram essa herança, viva, ainda hoje, nos botequins, nas vielas, nas gafieiras, nos palcos, nas escolas de samba, nas esquinas e no jeitinho malandro brasileiro e, sobretudo, carioca de ser.

O espetáculo é uma aula de cultura tanto para quem assiste quanto para quem participou da sua formação.
 

 

Alunos  da E. M. Nações Unidas representando a gafieira, a malandragem e a Era de Ouro do rádio

 

 

"(...)  O samba ainda vai nascer, o samba ainda não chegou.

O samba não vai morrer, veja o dia ainda não raiou.

O samba é o pai do prazer, o samba é o filho da dor,

O grande poder transformador!" 

 

                                                        (Trecho da música Desde que o Samba é Samba, de Caetano Veloso) 

 

A abertura do espetáculo foi em grande estilo para saudar o público presente. Para começar, os professores Daniel Cruz, no vocal e Raul Borges, no violão trouxeram a música “Desde que o Samba é Samba” de Caetano Veloso e, em seguida, um show com alunas da escola Nações Unidas que são passistas do Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Padre Miguel.  

Após a apresentação, a plateia já estava totalmente envolvida no clima: ritmo, alegria e identidade!

Ao descobrir a origem do samba, se reconhece que o gênero musical é originalmente brasileiro e sua trajetória conta a história da formação de nosso povo.

 

 

Elenco formado por alunos da E.M. Nações Unidas

 

O roteiro do espetáculo, Samba, Cidadão Brasileiro, contou também com a participação de uma equipe docente comprometida em apresentar um trabalho de excelência.

O texto foi do professor Nilton Barbosa Filho, argumento da Professora Simone Ricco, pesquisa histórica, Professor Nilton Barbosa Filho, Professor Raul Borges e Professora Marcia Oliveira, cenário, professora Mariana Maia, professora Rosane Mangorra e Professora Monique Pimenta, idealização de figurino, professor Nilton Barbosa Filho, iluminação e sonorização, professor Leonardo Mazzei.

O trabalho envolveu toda a equipe da Escola Municipal Nações Unidas e foi compartilhado com alunos das escolas: Henrique de Magalhães e Antônio Austregésilo, que compareceram à Areninha Carioca.

 

 

Professor Nilton Filho, idealizador do projeto

 

 

O Rioeduca parabeniza à Escola Municipal Nações Unidas, principalmente aos alunos da unidade, pelo lindo espetáculo!

 

 

Fonte: http://historiadomundo.uol.com.br/curiosidades/origem-samba.htm

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

8ªcre (333)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.