A A A C
email

Quarta-feira, 15/08/2018

PRÊMIO ANÍSIO TEIXEIRA – 2018 ÚLTIMOS DIAS!

Tags: prêmio, anísio teixeira, 2018.

 

PRÊMIO ANÍSIO TEIXEIRA – 2018

 

 

CAPÍTULO I

 

DO PRÊMIO ANÍSIO TEIXEIRA
 

Art.1º O Prêmio Anísio Teixeira, organizado pela Escola Paulo Freire por intermédio do Centro de Referência da Educação Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira, da Secretaria Municipal de Educação, tem como objetivo homenagear o grande educador brasileiro, que teve atuação expressiva à frente da educação pública em nossa cidade.
 

Art.2º O Prêmio Anísio Teixeira tem como finalidade promover a reflexão e o debate sobre a Educação Básica, entre os Servidores da Educação Municipal da Cidade do Rio de Janeiro, estimulando a produção escrita e procurando ressignificar a ação teórico-prática do profissional nesse nível de educação.
 

Art.3º O Prêmio será concedido anualmente, através da realização de um concurso de monografias sobre temas ligados à Educação Pública do Município do Rio de Janeiro.
 

Parágrafo Único. Compete à Escola Paulo Freire e à Gerência do Centro de Referência da Educação Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira a definição, a cada ano, do tema do concurso.
 

CAPÍTULO II
 

DOS CANDIDATOS, DOS TRABALHOS E INSCRIÇÃO DOS CANDIDATOS
 

Art.4º Poderão participar do concurso monográfico todos os Servidores Municipais da Educação lotados nas Unidades Escolares, Creches e EDIs e nas Coordenadorias Regionais de Educação, sem que haja prejuízo de suas funções.

 Não poderão concorrer ao Prêmio os Servidores Municipais da Educação lotados na Escola Paulo Freire ou no Nível Central da Secretaria Municipal de Educação (SME).

 

Art.5º O tema a ser desenvolvido no ano de 2018 será “O problema da reprovação escolar”. Dentro do tema, serão aceitas monografias:
 

a) de caráter acadêmico;

b) de caráter literário.

 

Parágrafo Único. Cada concorrente deverá apresentar somente um trabalho monográfico.

 

DOS TRABALHOS
 

Art.6º Para serem aceitos, os trabalhos inscritos apresentados, deverão cumprir os seguintes requisitos:
 

I – possuírem caráter acadêmico ou literário;

 

II – forem redigidos em língua portuguesa;

 

III – forem de autoria de Servidores da Educação Municipal;

 

IV - não tiverem sido publicados anteriormente;

 

V - abordarem estudos ou experiências dentro da Rede Pública Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro, de acordo com o tema proposto;

 

VI – forem compostos de, no máximo, 85.500 caracteres (cerca de 35 páginas), não sendo consideradas nesse total, se for o caso, referências bibliográficas e imagens de qualquer tipo;

 

VII – apresentarem texto redigido em fonte “Times Roman”, corpo12 e espaçamento 1,5 entrelinhas, com margens 3.0 superior e inferior; 2.0 à direita e à esquerda;

 

VIII – forem encaminhados em duas vias, sendo uma cópia impressa e uma em CD com arquivo em formato PDF;

 

IX - contiverem, em todas as cópias, o pseudônimo;

 

X – contiverem nas referências bibliográficas, se for o caso, somente, os trabalhos explicitamente citados no texto e de acordo com as normas da ABNT, de edição mais recente.

 

 Parágrafo Único. O texto do trabalho monográfico enviado, assim como os eventuais anexos, não deverão apresentar formas de identificação tais como fotografias, cartazes, menção ao nome da escola, que possam identificar o autor do trabalho. O texto fora dessas especificações será eliminado pelo não cumprimento das normas estabelecidas neste regulamento.
 

DAS INSCRIÇÕES
 

Art.7º O cronograma de trabalho deste Concurso está explicitado no Anexo I.
 

Art.8º Os documentos deverão ser encaminhados em dois envelopes, um grande (310 x 410) e um pequeno (176x250).
 

§ 1º As fichas de inscrição, a declaração e a autorização de publicação da obra, a serem preenchidas, encontram-se nos anexos II, III, e IV deste Regulamento. Estes documentos deverão ser colocados no envelope pequeno, lacrado e identificado conforme o anexo VI.
 

§ 2º Dentro do envelope grande, devem ser postadas uma cópia impressa do trabalho monográfico e o CD, em formato PDF, que não devem ter quaisquer indicações da autoria do trabalho, exceto o pseudônimo do autor, identificado conforme o anexo V. Dentro deste envelope grande, deverá ser postado, também, o envelope pequeno citado no parágrafo anterior, contendo apenas os anexos II, III e IV deste Regulamento.
 

Art. 9º O trabalho monográfico deverá ser encaminhado pelos Correios, via SEDEX, com aviso de recebimento, à Escola Paulo Freire/Gerência do Centro de Referência da Educação Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira, situado na Av. Presidente Vargas, nº 1314 - Centro - CEP: 20210-031, com data de postagem máxima de 24 de agosto de 2018.
 

§ 1º O campo remetente do SEDEX deverá ser preenchido com o pseudônimo do concorrente, a fim de resguardar o anonimato. O endereço preenchido deverá ser o residencial para que seja evitado o extravio do trabalho.
 

§ 2º Caberá à Gerência do Centro de Referência da Educação Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira verificar o prazo de postagem nos Correios e a garantia do anonimato, além da análise das adequações técnicas às regras do concurso. O não cumprimento deste parágrafo acarretará no cancelamento da inscrição.
 

CAPÍTULO III
 

DA AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS
 

Art.10º A Comissão de Avaliação será formada por, no mínimo, três profissionais indicados pela Escola Paulo Freire.
 

Parágrafo único. O número total de examinadores da Comissão de Avaliação será proporcional à quantidade de trabalhos inscritos no certame.
 

Art.11º Caberá à Comissão de Avaliação analisar a pertinência do conteúdo do texto e o cumprimento das normas estabelecidas no Art. 6º e no parágrafo único.
 

Art.12º A Comissão de Avaliação será constituída por profissionais de áreas afins ao tema proposto.
 

Art.13º Cada trabalho será submetido a, pelo menos, 03 (três) profissionais da Comissão de Avaliação.
 

Art.14º Caberá à Comissão de Avaliação apresentar o resultado da análise dos trabalhos monográficos e a indicação dos mesmos a serem contemplados, à Gerência do Centro de Referência da Educação Pública da Cidade do Rio de Janeiro – Anísio Teixeira.
 

CAPÍTULO IV
 

DA PREMIAÇÃO
 

Art.15º Os autores dos cinco melhores trabalhos monográficos, escolhidos pela Comissão de Avaliação receberão, individualmente, um prêmio no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais).
 

Art.16º Caberá à Escola Paulo Freire a homologação do resultado e a publicação dos trabalhos premiados.
 

Art.17º A revisão do texto dos trabalhos monográficos selecionados para publicação caberá aos seus autores.
 

Art.18º Os autores dos trabalhos monográficos premiados na forma do art.16º deverão ceder os direitos autorais da obra à Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.
 

Art.19º O Prêmio Anísio Teixeira será entregue em cerimônia pública.
 

Art.20º Os participantes que não tiverem sido premiados poderão retirar os documentos entregues no ato de inscrição, no prazo de até 30 dias, a contar da publicação do resultado final do concurso. Findo o prazo, os documentos serão descartados.
 

CAPÍTULO V
 

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
 

Art.21º A participação no Prêmio Anísio Teixeira implica no conhecimento das disposições deste Regulamento e em sua aceitação.
 

Art.22º Os casos omissos ou imprevistos serão resolvidos pela Comissão Organizadora do Prêmio Anísio Teixeira – 2018.

 

 

Clique no link abaixo com a publicação do Diário Oficial (incluindo os anexos)

http://doweb.rio.rj.gov.br/do/navegadorhtml/mostrar.htm?id=488903&edi_id=3750 

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

2018 (2)

Comentários
Não há comentários sobre este tópico.