A A A C
email

Quinta-feira, 26/07/2018

Brincar, descobrir e construir no EDI João Fernandes Filho

Tags: 9cre, edi, projeto, indigenas.

 

 “Vem... vamos brincar, descobrir e construir com os artistas brasileiros”

 

 

 

O EDI Professor João Fernandes Filho, situado no bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro, recebeu a visita de um casal de índios Guajajára. Os Tenetehára (‘verdadeiro ser humano’) ou Wazaizára (‘dono do cocar’), conhecidos também através da literatura como Guajajára, localizados em sua maioria ao sul do estado de Maranhão, são falantes de uma língua pertencente à família linguística Tupi-Guarani. Essa língua é o Ze’egté (‘língua verdadeira’) , mais conhecida na literatura especializada com o nome de Guajajára. 

 

Segundo levantamentos recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os Tenetehára-Guajajára possuem 11 (onze) terras registradas e homologadas, com mais de 90 (noventa) aldeias, banhadas pelos rios Mearim, Corda, Grajaú e Pindaré, Gurupi, Karú e Turiassu – a maioria localizada nos municípios de Barra do Corda, Grajaú e Jenipapo dos Vieiras, ao sul do estado do Maranhão, Amazônia.

 

Casal de índios Guajajára em visita ao EDI João Fernandes Filho

 

 

O casal de índios passou uma manhã agradável no espaço, onde interagiram com toda a comunidade escolar. A visita foi uma das ações previstas do projeto “Vem... vamos brincar, descobrir e construir com os artistas brasileiros”. Portanto, para recebê-los, foi montado, no espaço escolar, um cenário semelhante a uma aldeia indígena, composta por oca, rede e alimentos naturais, proporcionando aos pequenos uma ambientação indígena. O casal encenou, com a ajuda de dois alunos, a lenda dos pássaros Jacutinga. Além disso, pintaram os alunos com traços indígenas, dançaram, cantaram e mostraram seus instrumentos, cestarias, cocares e artesanatos.

 

Na visão dos palestrantes, o índio dança para celebrar um cacique, boas safras, o amadurecimento de uma fruta ou uma boa pescaria, para homenagear os mortos em rituais fúnebres e até para espantar doenças. Então, aproveitaram o momento para dançar em agradecimento à hospitalidade das crianças e dos profissionais da Unidade Escolar.

 

 

Crianças na oficina de pintura corporal com os índios Guajajáras

 

Os Guajajára mostraram seus artesanatos, que são confeccionados há séculos por seu povo. Tradicionalmente, esses objetos eram usados no dia a dia e nos rituais, porém hoje são comercializados, como fonte de renda e para manter a cultura viva. A produção deles envolve toda a família, assim são confeccionados  cestas, instrumentos musicais, esculturas em madeira, utensílios de caça e adornos.

 

Os indígenas pintam o corpo não só para enfeitá-lo, mas também para defendê-lo contra o sol, os insetos e os espíritos maus. Nesse contexto, durante a visita ao EDI Professor João Fernandes Filho, os Guajajára também produziram uma oficina de pintura corporal.

 

 "Foi um momento encantador e inesquecível, pois nos proporcionou um novo olhar para estes grandes artistas genuinamente brasileiros, além de ensinar o respeito, a troca, o carinho e a amizade. Relato de um membro da comunidade escolar.

 

 

As crianças nas descobertas sobre a diversidade cultural dos povos indígenas

 

 

O projeto “Vem... vamos brincar descobrir e construir com os artistas brasileiros” tem como principal objetivo conhecer e reconhecer artistas brasileiros da música, pintura, literatura, escultura, por meio de vivências com as crianças, com as famílias e com os profissionais. Tudo isso sempre prezando por uma formação contra o preconceito, a discriminação e o racismo.

 

Segundo os PCN's, é preciso que o aluno conheça e valorize a pluralidade do patrimônio sociocultural brasileiro, bem como aspectos socioculturais de outros povos e nações, posicionando-se contra qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de crenças, de sexo, de etnia ou outras características individuais e sociais.

 

“Cultura indígena e gentileza fazem parte da arte brasileira”.
Mara Gilbert

 

Parabéns pelo trabalho, EDI Professor João Fernandes Filho!

 

 

Saiba mais sobre o projeto:

EDI Professor João Fernandes Filho

Telefone: (21) 3394-2584

E-mail: edijfernandes@rioeduca.net

Diretora Geral: Cristina Lima

 

 


   
           



   
Comentário enviado com sucesso, aguardando moderação.














Sua indicação foi enviada com sucesso!









Saiba mais:

edi (87)
projeto (74)
9cre (6)
indigenas (1)

Comentários
Foi um dia excepcional, tanto para as crianças como para os adultos. Um artista brasileiro em nosso Edi.

Postado por Rosimar Serafim ( Pei- EI-31) em 26/07/2018 11:07

PROFESSOR GUAJAJARA...SAUDADES ...E BOAS LEMBRANÇAS DAS AULAS DE CULTURA INDÍGENA E TUPI GUARANI..DA NOSSA LUTA PELA ALDEIA MARACANÃ.

Postado por PAULO NEY CINELLI LUZES em 29/07/2018 19:15